Helena, o que você come?

0 Flares Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×

Toda vez que comento com alguém que emagreci (agora) dez kilos, a primeira coisa que ouço é: qual foi a dieta? E é tão complexa a minha resposta que só rola dizer: leia meu livro, risos! Porque não foi só uma questão de alimentação, mas também de uma viagem interna de autoconhecimento e acesso a emoções profundas.

Mas como a maior curiosidade das pessoas é sobre: o que você come? Vou desenvolver um pouco mais sobre isso mas sendo bem CLARA que não é só isso! Dieta por dieta, você comerá o que escreverei e o dia que voltar “ao seu normal” engordará tudo de novo. E aí? Acredito que é um todo, um estilo de vida, uma coisa inteira e não só “o que se come”.

6_1hamilton_food_photography

Um amigo meu sempre diz: Comida primeiro você come com os olhos.

Vamos por partes. Gostaria só de lembrar que antes de eu encontrar a “dieta que fez bem para o meu organismo”, esbarrei em diversos médicos com intolerâncias, intoxicações alimentares e alergias das mais variadas possível. Eu tinha síndrome do intestino irritado, intolerância a glúten e lactose; rinite, sinusite e candidíase crônica. Tudo isso de alguma uma forma estava interligado. Minha vida era um INFERNO e um non-stop de médicos e exames. Um problema esbarrava no outro e era meu corpo gritando: Helena, pelo amor de Deus vamos achar um meio termo? E assim, faz  mais de um ano que não coloco um remédio na boca (sequer de gripe, enxaqueca ou dor muscular). Tudo, absolutamente tudo, qualquer sintoma “estranho” saco na hora e vou atrás de um tratamento natural. Exemplo – acordei com garganta seca e nariz levemente entupido: já tomo meu suco de laranja para reforçar a vitamina C do meu corpo, me jogo nos chás de guaco, raiz de flor-de-lótus e inalação com chá de gengibre. Alguns podem pensar que é efeito psicológico. Acho que o psicológico tem uma influência fundamental, mas não é tudo. E sim, busco usar ele ao meu favor, do tipo: querido chá você tem tudo o que meu corpo precisa para eliminar esses sintomas, então vamos trabalhar em conjunto!

Quando fiz um detox de glúten e lactose, 4 anos atrás, aprendi o seguinte com a nutricionista:

– Tudo que você faz em excesso te prejudica! Então, o EQUILÍBRIO é fundamental. Dosar e variar nas refeições é muito importante porque intolerância nada mais é do que uma “overdose” daquele nutriente no organismo. Se eu como glúten (alimento com farinha branca refinada) no café da manhã, devo evitar no almoço ou no jantar. Carboidratos são necessários para o nosso corpo, mas além da farinha há outras diversas fontes (batata, mandioca, milho). Este equilíbrio deve ser aplicado com tudo em nossa alimentação.

Frutas-hg

Peguei tanto gosto pelas “fresh foods” que estou quase virando vegetariana. Legumes e frutas são tão fáceis de fazer e de consumir que o resto tem me dado preguiça.

Açúcar é o maior vilão. Não quero entrar em detalhes, mas o que eu, Helena, acredito: ele ferra o nosso corpo, ele estimula o câncer em nossas células e ele é viciante (quem nunca, fora da TPM, passou por um desejo incontrolável por um doce). Até cigarros tem açúcar na composição… ele é uma droga, ele é um veneno. Tudo o que comemos de alimentos processados tem açúcar. O refinado é o pior (olha o nome: re-finado), uso apenas o mascavo. Bebida alcóolica vira açúcar. Carboidratos viram açúcar. Dá um google rápido: quantidade de açúcar necessária para o funcionamento do corpo e quantidade consumida pelos brasileiros… é assustador. Não estou falando para você nunca mais comer doces. Óbvio que não. Mas EQUILIBRAR. Se vai chutar o balde com chocolate, evita o pão, a cachaça, a tapioca. Dosar é uma chave essencial. Eu evito ao longo do dia o açúcar no geral porque a noite (no inverno ainda mais) como dois quadradinhos de Alpino (coloco um por vez na boca e deixo derreter com a maior lentidão do mundo como se fosse um néctar dos Deuses).

Comida viva. Isto é batido mas é a mais pura verdade. Se for orgânico melhor ainda. Busco ao máximo evitar processados e ou industrializados (seja biscoito, seja leite e pão). Como é muito difícil zerar os processados (creme de elite, molho de tomate, sucos)  uso um processado em pequena porção uma vez ao dia ou menos.

Comer mais em menos quantidade também é outra coisa que aderi. De manhã tomo minha colher de sopa com óleo de côco e um copo de água com limão (farei um post sobre isso). Uma hora depois tomo meu café com um ovo cozido porque ele me sustenta, e algum suco natural ou uma fruta. Escolho sempre entre o almoço ou o jantar para ser uma refeição incrivelmente recheada de legumes e verduras; e aí a outra refeição pode ser “um pouco pé na jaca” onde incluo uma massa ou um sanduíche natureba. Adendo••• alimentos com glúten, porém ORGÂNICOS, não me fazem mal. Nunca. Então se é para fazer um macarrão com molho de tomate, só faço com macarrão orgânico (nem sempre integral).

Petiscos

Da moda ao prato, mantra: “Menos é mais”

Por fim os snacks / petiscos ao longo do dia. Eles são o segredo para não sentir fome e devorar um pratão de comida. Não tenho regras, mas procuro sempre ter snacks na bolsa, no carro, onde vou, eu estou comendo: amêndoas, castanhas, maçã, banana, morangos e rabanetes são meus principais snacks. Parei de comer mini cenourinhas desde que li que elas perdem muito valor nutricional porque já vêm descascadas.

Comer menos, mais vezes certamente muda todo o organismo, acelera o metabolismo e ajuda a emagrecer. Uma clareza mental importante é você enxergar a sua alimentação como funcional para o equilíbrio da saúde do seu corpo que é o seu templo. Você abandona os pensamentos compulsivos ligados a comida. Você deixa de encará-la como uma fonte de prazer ou de fuga dos problemas e cria uma comunhão entre o funcionamento da sua saúde com o que você coloca na boca.  Bom senso é fundamental também. Se você está em um aniversário e fica se contorcendo para não comer um brigadeiro porque já comeu um doce antes, essa forma de pensamento fará mais mal para o seu organismo do que se você comer o tal do brigadeiro. Coma, sem culpa. Se permita o prazer. Preste atenção aos seus desejos e a tudo que seu corpo te fala, porque, como já escrevi aqui, ele dá sinais o tempo todo.

 

0 Flares Facebook 0 Email -- Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>