Confiança

0 Flares Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×

Comecei a ler “How to love yourself (and sometimes other people)” de Lodro Hinzler e Meggan Watterson. Não os conhecia, mas ao saber que o livro impresso pela Hay House (editora da autora Louise Hay) já ganhou minha confiança de cara. Na verdade, eu sempre digo que os livros me encontram e não o contrário.

Eu tinha que aguardar quarenta minutos para pegar um barco e resolvi passar na livraria da estação para ver revistas enquanto esperava. Não é que este livro piscou para mim? Aí fiz meu usual “ritual”, eu digo:

– Livro que piscou, se queres que eu te leve, converse comigo! –  aí abro uma página ao acaso e se é na mosca para o momento presente, eu compro.

b3a90990529985e806400afc91c91eb4

Confiança é silenciosa. Inseguranças são barulhentas.

Eu vivo confiando que tudo que é para mim, vem até mim. Mesmo sabendo que na vida tudo funciona assim, ainda me impressiono com a forma mágica dos acontecimentos. O meu maior trabalho interno é, na maioria da vezes, buscar relaxar e ter paciência em algumas situações. Namorados, trabalhos, cursos, terapeutas, livros, viagens… chegam quando menos espero, mas sei que por alguma magia universal, é quando estou pronta para viver a determinada situação. Adoro estas surpresas da vida!

Mas como toda moeda tem os dois lados, cabe a mim também ter a sabedoria em lidar com situações inesperadas que, inicialmente, não me favorecem (como recentemente vivi o incêndio). Disto eu sempre estive ciente e busco por ferramentas internas para lidar. Sempre quebro minha cabeça me questionando qual é o aprendizado desta dificuldade.

Hoje, neste livro, encontrei em palavras esta minha filosofia de vida e descobri que é uma grande virtude (honestamente, nunca achei virtude já que conheço poucas pessoas que se jogam pela vida de braços tão abertos e otimistas quanto eu). Aqui uma, das diversas reflexões que tocaram meu coração:

MW- A Esperança Disciplinada é confiar na minha vida de forma destemida, é confiar em quem sou e que eu sou suficiente, é confiar no destino da minha viagem. É pôr em prática a confiança de que, num momento, determinado pelo divino, o meu desejo será respondido.

Agora, assim como a autora, tenho um post it em meu espelho, escrito: “Confiança! Confiança! Confiança!”. Ela para ter menos medo de avião e eu para me adaptar a mais uma mudança brusca da vida.

0 Flares Facebook 0 Email -- Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>